ACUSADO DE MATAR BASTENSE EM MARÍLIA EM 2012 É CONDENADO HÁ 12 DE PRISÃO
30/03/2017 - 9h42 em LOCAL

Fonte:  Tupã Noticias - com informações do Jornal da Manhã 

Ocorreu nessa quarta-feira  (29), a 10 horas, o júri popular do desempregado Maycon Paulino Costa da Silva. Ele sentou  no banco dos réus acusado do assassinato do empresário bastense  Ícaro Magalhães Polidoro, com 23 anos na época. O ocorreu em 2012 em Marília.

O bastense que era empresário em Marília, foi morto em setembro de 2012, em uma transportadora na rua Guilherme Scheffer Neto, no bairro Jóquei Clube, na zona Sul da cidade de Marília. Segundo a denúncia do Ministério Público. Na época do crime Ícaro Magalhães Polidoro residia na cidade de Marília.

Veja ainda: Acusado de matar bastense é preso por tráfico de entorpecentes

Em julgamento que durou nove horas, o desempregado Maycon Paulino Costa da Silva foi condenado a 12 Anos  de prisão em regime fechado.

Segundo a denúncia do Ministério Público, no dia 18 de setembro de 2012, por volta das 10h30, o acusado parou a motocicleta em frente à transportadora perguntando a funcionários por Polidoro.

O bastense deixou o escritório e quando se aproximava do acusado foi alvejado por seis disparos de arma de fogo que atingiram tórax e mãos.

O empresário sofreu ferimentos graves e chegou a ter parada cardiorrespiratória ainda no local. Polidoro recebeu atendimento de médicos do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e foi socorrido para o Hospital das Clínicas (HC), mas não resistiu e deu entrada no pronto-socorro já sem vida.

Após o crime, Silva fugiu com a motocicleta em direção à Rodovia do Contorno (SP-294). O crime teria motivações passionais. A pivô do assassinato seria a ex-namorada do desempregado que mantinha um relacionamento amoroso com o empresário.

Silva, que está preso, foi indiciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima).

O corpo do jovem bastense foi velado e sepultado no Cemitério Municipal de Bastos.

COMENTÁRIOS