Volume
Redes
Sociais
MORADOR DE IACRI É PRESO APÓS POLÍCIA ENCONTRAR IMAGENS DE MENORES EM CENAS DE PORNOGRAFIA EM SEU CELULAR
04/12/2017 - 9h50 em REGIONAL

Um morador de Iacri, de 27 anos, foi preso nesta sexta-feira (01) após a Polícia Civil encontrar em seu celular imagens de menores em cenas de pornografia. O flagrante foi feito pela delegada Milena Davoli Nabas de Melo, da Delegacia de Polícia Civil de Iacri e Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Tupã. A delegada contou ao repórter João Mário Trentini, da Rádio Tupã AM e FM, que no celular do acusado foram encontradas imagens de menores que seriam moradoras em Tupã, Herculândia Bastos, Iacri, Parapuã e Osvaldo Cruz.

Segundo informações fornecidas pela delegada, o caso teve início após familiares de uma menina de 12 anos, moradora em Tupã, procurarem a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e registrar boletim de ocorrência relatando que uma pessoa do sexo feminino estava ameaçando a menor, por meio do aplicativo WhatsApp. Ainda segundo Milena Davoli Nabas de Melo, outros dois casos semelhantes foram registrados na Delegacia de Polícia Civil de Parapuã e na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Tupã.

“O que chamou nossa atenção foi o número usado para fazer estas ameaças. O interlocutor – acusado – conseguia telefones das garotas, com idade entre 12 e 14 anos, levantava informações sobre onde eles estudavam e seus círculos de amizades. De posse dessas informações ele – acusado - passava a proferir ameaças contra estas meninas exigindo que elas enviassem fotografias suas sem roupas”, disse a delegada.

Milena Davoli de Nabas Melo revelou que após investigações o acusado foi identificado. “Nós realizamos buscas em sua residência em Iacri e conseguimos detê-lo em Marília de posse do telefone com material de pornografia infantil e infanto-juvenil. O rapaz foi autuado em flagrante por arquivar em seu celular imagens de menores em cenas de pornografia”, revelou a delegada informando ainda que o acusado será encaminhado para audiência de custódia neste sábado (2), que irá definir se será mantido preso ou será solto para responder o processo em liberdade

FONTE: BASTOSJÁ

COMENTÁRIOS