Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Com UTI lotada, secretário de Saúde de Tupã fala em escolher paciente para internar: 'Quem tem mais chance de viver'
17/03/2021 09:08 em REGIONAL

O secretário de Saúde de Tupã (SP), Miguel Ângelo de Marchi, afirmou que a Santa Casa vive uma situação muito preocupante em relação aos leitos de UTI para Covid-19.

Segundo o secretário, os médicos estão tendo que escolher quem vai ser internado e até quem vai ser entubado no hospital. Uma estratégia de “guerra”.

“A situação é crítica, é séria e grave e que vai levar a muitas mortes. Estamos no pior pico da infecção. Tupã bateu recorde, junto com Ourinhos, do maior aumento no número de mortes na região e estamos na fase de escolher quem são os pacientes que vão ser internados, quem são os pacientes que vão para UTI, que vai receber um tubo.”

 

“Hoje não se escolhe o mais idoso ou mais jovem, hoje se escolhe aquele que tem mais chance de viver, que tem mais possibilidade de vida. Aquele que pode ser mais produtivo num futuro e isso, infelizmente vai levar a muitos óbitos.”

 

Secretaria de Saúde de Tupã faz um alerta sobre a lotação de leitos da Santa Casa
 
 
 
 
 
 
 
00:00/06:55
 
 
 
 

Secretaria de Saúde de Tupã faz um alerta sobre a lotação de leitos da Santa Casa

O secretário alertou ainda para o aumento dos casos graves na cidade. Segundo ele, de cada 10 pessoas que precisam ser entubadas, apenas duas sobrevivem.

A cidade que ano passado já tentou até na Justiça flexibilizar mais as restrições do Plano SP. Atualmente segue as regras da fase emergencial. Um novo decreto foi publicado na sexta-feira (12) restringido ainda mais as regras da fase vermelha.

Secretário de Saúde de Tupã fez alerta sobre a lotação da Santa Casa no atendimento de casos de Covid — Foto: TV TEM/Reprodução

Secretário de Saúde de Tupã fez alerta sobre a lotação da Santa Casa no atendimento de casos de Covid — Foto: TV TEM/Reprodução

Entre as medidas estabelecidas, o decreto municipal determina que todos os estabelecimentos da cidade deverão ficar fechados nos sábados, 20 e 27 de março, e domingos, 21 e 28 de março, uma espécie de “lockdown”.

Mas, mesmo diante dessa situação, neste domingo (14), a Polícia Militar e a Vigilância Sanitária tiveram que dispersar uma aglomeração de cerca de 50 pessoas que estavam em uma cachoeira na zona rural da cidade.

Cerca de 50 pessoas foram flagradas em cachoeira em Tupã (SP) neste domingo (14) — Foto: Joãozinho 30/ Arquivo pessoal

Cerca de 50 pessoas foram flagradas em cachoeira em Tupã (SP) neste domingo (14) — Foto: Joãozinho 30/ Arquivo pessoal

O secretário de Saúde também fez um alerta sobre o desrespeito às medidas de prevenção ao coronavírus.

“Se não existem mais as baladas, pelo menos as oficiais, quem está transmitindo a doença? As pessoas que estão saindo de casa estão indo ao supermercado, estão na rua, nas praças e nós não vamos mais tolerar esses erros das pessoas. Você vai adoecer a sua família e não temos leitos para atender todo mundo. Somos uma cidade com 65 mil habitantes e como secretário de Saúde e como médico, estou falando não adianta o estado nos dar 20, 30 leitos, vamos ocupar todos.”

Miguel Ângelo reforçou ainda a necessidade de diminuir a circulação de pessoas.

“O tratamento para todos nós hoje é ficar em casa, ter distanciamento, estar atento aos sintomas, saber quanto e como vou fazer exames e procurar atendimento médico. Nós não vamos mais sofrer o que estamos sofrendo para pessoas rirem, debocharem e não acreditarem.”

 

Números da Covid

 

Tupã (SP) soma 3.023 casos positivos e, destes, 2.727 são pacientes curados. Até o momento, 95 pessoas já morreram de coronavírus no município.

De acordo com o último boletim divulgado na sexta-feira, a taxa de ocupação dos leitos de UTI da Santa Casa local continua em 100%, sendo 5 pacientes de Tupã (33% do total). Outros 10 pacientes são da região (67%), incluindo 2 de Assis, 1 de Bastos, 1 de Iacri, 1 de Martinópolis, 1 de Queiroz, 1 de Cândido Mota, 1 de Herculândia, 1 de Parapuã e 1 de Ourinhos.

Já a taxa de ocupação dos 20 leitos clínicos (enfermaria) destinados aos pacientes de coronavírus está em 35%, com 5 pacientes de Tupã (25%) e 2 pacientes da região (10%), sendo 1 de Herculândia e 1 de Ourinhos.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!